Manifesto do Projeto Manuelzão sobre o pronunciamento do presidente Jair Bolsonaro

Comunicado oficial do Projeto Manuelzão sobre o pronunciamento do presidente da república, Jair Bolsonaro, em relação à luta contra o coronavírus


O Projeto Manuelzão UFMG vem a público manifestar a sua posição frente ao pronunciamento do presidente Jair Bolsonaro no dia 24 de março. É extremamente preocupante que o presidente trate o coronavírus como uma “gripezinha”, num momento crucial, quando os casos no país estão em níveis ascendentes. Uma pandemia que levou cerca de três meses para sair da China e atingir todo o planeta não é brincadeira. Países que fizeram pouco caso ou não implantaram, no início do processo, medidas de isolamento social pagaram um preço caro, como foi o caso da Itália. O Projeto Manuelzão UFMG, pela sua origem acadêmica, sempre procurou respaldar as suas opiniões e posicionamentos baseados no conhecimento da ciência e na interação social. Desconhecer ou negar a ciência neste momento é um ato de insanidade, posto que este é único caminho que a civilização tem para enfrentar esta crise. Este conhecimento é baseado no acúmulo histórico, em que a humanidade teve que passar por outras epidemias. O desconhecimento, à época, sobre mecanismos de transição levou a grandes perdas de vidas humanas, como aconteceu com a pandemia da Gripe Espanhola, em 1918, que dizimou mais de 50 milhões de vidas. Agora, na ausência de vacina e de um tratamento específico para a doença, não nos resta outra possibilidade de prevenção que não sejam os cuidados básicos de higiene pessoal e o isolamento social. Tais medidas são eficazes para diminuir o ritmo da contaminação e assim permitir que pessoas e os serviços de saúde sejam capazes de enfrentar a disseminação da epidemia. Estas recomendações têm sido dadas pelo Organização Mundial de Saúde e seguido por todos os países do mundo. Entendemos que, neste momento, o governo deveria estar preocupado com a distribuição de álcool em gel e mascaras para a população, dado que estes produtos, que são importantes para a prevenção, não estão sendo encontrados e, quando existem, os preços são exorbitantes. Com certeza a economia é uma grande preocupação, mas é preciso reafirmar que ela não resiste a uma pandemia nos moldes do que está ocorrendo na Itália e na Espanha. Assim o Projeto Manuelzão UFMG, que sempre lutou pela preservação do meio ambiente e pela vida, reforça que todos devem seguir as orientações baseadas em conhecimentos científicos, intensificar os cuidados de higiene pessoal e permanecer em quarentena, para preservar a vida de todos.

Informação

Receba nossas notícias

e justiça social

  • Preto Ícone Facebook
  • Preto Ícone Instagram

Tel: (31) 3409-9818

Gabinete de Crise  - Sociedade Civil - 2020