Fragmento de corpo é encontrado durante retomada das buscas em Brumadinho

Ainda não é possível saber se o segmento corpóreo levará a identificação de uma nova vítima

Buscas serão retomados após paralisação em função da pandemia. Imagem: Corpo de Bombeiros de Minas Gerais

Após mais de três meses de interrupção nas buscas por vítimas em Brumadinho devido à pandemia do novo coronavírus, o Corpo de Bombeiros de Mias Gerais localizou, na última quinta-feira (9), um fragmento corpóreo na área denominada Terminal de Cargas Ferroviário (TCF). As ações no local do rompimento da barragem da Vale da mina Córrego do Feijão fazem parte das atividades preparatórias do terreno para a retomada das buscas.


Até o momento, 11 vítimas do maior acidente de trabalho no Brasil em perda de vidas humanas e o segundo maior desastre industrial do século seguem desaparecidas. Já se passaram mais de 500 dias do crime.


O local onde o fragmento foi encontrado foi isolado pelos militares até a chegada da perícia da Polícia Civil. De acordo com o Corpo de Bombeiros, ainda não há informações sobre o estado de decomposição do segmento corpóreo, nem sobre a identificação da vítima. 

Não é possível afirmar, nesse momento, que se trata-se de nova vítima, ou se o fragmento pertence a uma vítima já identificada, uma vez que é necessário o trabalho pericial.

O crime

O rompimento da barragem B1, da mina do Córrego do Feijão, em Brumadinho, ocorreu em 25 de janeiro de 2019. Até o momento, o Corpo de Bombeiros de Minas Gerais já localizou 261 das 272 vítimas desse rompimento.  


De lá pra cá, os militares dos bombeiros trabalharam de forma ininterrupta na buscas por vítimas desse colapso da estrutura da Vale. As ações só foram paralisadas em março deste ano devido a covid-19 e o risco de contágio. A corporação esclareceu que está aguardando a aprovação dos novos protocolos de atuação (devido ao covid-19) pelo Comitê Extraordinário de Enfrentamento ao covid. Tão logo eles sejam aprovados, as buscas retornarão.

Informação

Receba nossas notícias

e justiça social

  • Preto Ícone Facebook
  • Preto Ícone Instagram

Tel: (31) 3409-9818

Gabinete de Crise  - Sociedade Civil - 2020