Em Ouro Preto, 28 famílias próximas à barragem da Vale deixarão suas casas


A Prefeitura Municipal de Ouro Preto anunciou na manhã desta quinta-feira, 13, a retirada de 28 famílias de suas casas, no distrito de Antônio Pereira, localizado a 40 km da sede. Segundo o prefeito da cidade, Júlio Pimenta, a evacuação tem dois motivos: o descomissionamento da barragem de Doutor, da Mina de Timbopeba, localizada no distrito, e o risco de enchente do rio Tabuleiro, apresentando riscos para as moradias localizadas próximas de suas margens.


A barragem do Doutor não recebe rejeitos desde março do ano passado por conta de uma decisão judicial e está em nível 1 de emergência, quando não há necessidade de retirada de moradores que vivem no entorno do local. O processo de descomissionamento significa que a barragem deixará de receber rejeitos, sendo esvaziada ou integrada ao meio ambiente.


De acordo com o prefeito Júlio Pimenta, o objetivo de realizar o processo de descomissionamento é "resguardar a segurança das pessoas que estão na área da mancha". Ele disse, ainda, que não vai esperar o nível de emergência da barragem aumentar, nem decisão judicial ou uma fatalidade ocorrer. A tratativa será feita com o acompanhamento do Ministério Público.


De acordo com o secretário de Defesa Social de Ouro Preto, Antônio Ramos, que também é o responsável pela Defesa Civil municipal, o primeiro simulado de evacuação com moradores da região da barragem do Doutor foi feito em 2018.


As pessoas que ficarem desalojadas serão encaminhadas para hotéis ou casas alugadas dentro da própria comunidade ou na vizinha Vila Samarco. Ainda não há data para o início do processo de remoção.

Informação

Receba nossas notícias

e justiça social

  • Preto Ícone Facebook
  • Preto Ícone Instagram

Tel: (31) 3409-9818

Gabinete de Crise  - Sociedade Civil - 2020